A forma mais simples e rápida de fazer seu Seguro Viagem

Pague com o seu cartão de crédito em até 12x
visa_cardmaster_cardamex_carddiners_cardaura_card
Para onde você vai?
Data da viagem

Press the down arrow key to interact with the calendar and select a date. Press the question mark key to get the keyboard shortcuts for changing dates.

Press the down arrow key to interact with the calendar and select a date. Press the question mark key to get the keyboard shortcuts for changing dates.

Quantidade de viajantes
Buscar seguros
O que é Seguro Viagem e onde comprar

Serviço de assistência emergencial

Já imaginou o quão estressante deve ser procurar um médico ou hospital durante sua viagem? Chega de se preocupar com isto! Os planos da Seguro Store possuem o Serviço de Assistência Emergencial incluso!

Cotação Seguro de Viagem Internacional

Suas bagagens também ficam asseguradas

Extravio, danificação ou qualquer problema com bagagem? Não perca mais tempo negociando diretamente com a companhia seus direitos. Deixe que nós te ajudamos e resolvemos isso por você!

Preço do Seguro de Viagem Online

Assistência 24h em português com o mais eficiente Seguro de Viagem Internacional.

Oferecemos atendimento 24 horas, 7 dias por semana, em português para facilitar sua vida em uma momento de stress. Queremos que você desfrute plenamente sua viagem e vamos com você até o fim. Aproveite o que há de melhor em nosso Seguro de Viagem.

Valor do Seguro de Viagem Mais Barato

Cobertura por atrasos de voo

Seu voo atrasou, cancelou ou teve alguma alteração em que você se sentiu prejudicado? Não se preocupe, com o seguro viagem da Seguro Store, você está assegurado(a) e pode viajar tranquilo(a).

Seguro para diversas localidades

Não fique com
dúvidas

A CâmbioStore tem um Centro de Suporte completo para te ajudar em suas dúvidas e te auxiliar com a melhor experiência em câmbio.

Central de Ajuda e Suporte

Algumas dúvidas frequentes

Saiba tudo sobre Seguro Viagem

O que é o Seguro de Viagem

A melhor maneira de entender o seguro de viagem, é interpretá-lo enquanto um plano de saúde que oferece garantias indenizatórias para eventuais emergências, despesas médicas, farmacêuticas e similares (seja em uma viagem nacional ou internacional).

É pouquíssimo comum contratações de seguro viagem em território brasileiro, uma vez que parte considerável da população contrata planos de saúde ou possui atendimento gratuito garantido pelo SUS (Sistema único de saúde).

No exterior, a história é outra: Além de ser imprescindível a contratação de um seguro viagem nos países signatários do Acordo de Schengen (Europa), Cuba também apresenta tal exigência e para realizar um intercâmbio na Austrália, é preciso contratar o Overseas Students Health Cover (OSHC).

Um outro fator que torna o seguro de viagem importante em destinos internacionais, é o elevado valor cobrado pela Rede de Saúde dos principais países (nem sempre gratuita). Estima-se que os gastos em saúde nos Estados Unidos, por exemplo, sejam 71% maiores que os gastos em saúde no Brasil.

Por isso, quem deseja evitar surpresas desagradáveis e gastos inimagináveis - por vezes em tratamentos simples -, deve contratar um Seguro que seja compatível ao local, ao caráter e as especificações da viagem.

Por que fazer um seguro viagem

O principal motivo pelo qual um seguro de viagem deve ser feito antes de embarcar para o exterior, diz respeito aos valores gastos em saúde fora do país. Como visto, os Estados Unidos apresenta um dos atendimentos em saúde mais dispendiosos do mundo; O mesmo é visto no Canadá e em algumas regiões da Ásia.

Toda viagem exige planejamento, seja para estipular os gastos com passagem e/ou hospedagem. A maioria dos Seguros de Viagem não correspondem a 5% do total gasto - seja qual for o destino. É mais inteligente investir e estar preparado para quaisquer imprevistos, do que ter um gasto totalmente inesperado - e que por vezes é igual ou superior ao de toda a viagem.

Além disso, a maioria dos seguros de viagem internacionais oferecem cobertura a situações de extravio de bagagem, cancelamento da viagem, serviço judiciário, quarentena e diversos outros.

Como, onde e por quanto tempo contratar um seguro viagem?

Quase todos os serviços relacionados ao Seguro de Viagem podem ser contratados pelo site da Seguradora de escolha, em um sistema intuitivo, fácil, ágil e sem burocracias. Em alguns casos, o valor apresentado pode vir na moeda do país de destino; é bom manter-se atento.

Há diversas operadoras autorizadas a oferecer Seguro de Viagem internacional em seus planos; o ideal é optar por Seguradoras conhecidas, como a Zurique Seguros, que oferecem total suporte e diversos canais de atendimento disponíveis 24 horas por dia, durante 7 dias da semana.

O maior problema em escolher empresas desconhecidas, é que por vezes elas contam com uma Rede Conveniada reduzida e/ou atendimento dificultado pela falta de infra-estrutura. Antes de contratar o seguro, verifique possíveis reclamações e busque pela opinião de usuários.

Por fim, o período de contratação mínimo é o equivalente a duração da viagem. Recomenda-se, no entanto, um adicional de até 3 (três) dias, que considera possíveis atrasos com o vôo ou possam oferecer a cobertura em situações de extravio de bagagem.

Os Tipos de Cobertura do Seguro de Viagem

Há diversos planos com cobertura que vão das mais básicas às mais complexas. O mais importante antes de contratar o Seguro de Viagem é considerar o país de destino, a atividade que será realizada (especialmente em caso de esportes radicais), a necessidade de seguros especiais (como de eletrônicos e câmeras fotográficas) e o tempo de duração da viagem.

O seguro viagem deve oferecer cobertura obrigatória para pelo menos uma das seguintes situações:

  • DMHO no exterior ou despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem ao exterior;
  • Translado de corpo;
  • Traslado médico;
  • Morte em viagem;
  • Invalidez total ou parcial permanente.

Geralmente os planos básicos cobrem atendimentos médicos emergenciais ou urgentes, morte e invalidez. Há também serviços opcionais (adicionais) que ampliam a cobertura do plano para casos de:

  • Extravio, dano, roubo ou furto de bagagem;
  • Despesas Funerárias;
  • Regresso antecipado e/ou cancelamento de viagem;
  • Quarentena compulsória;
  • Serviço Jurídico.

Há ainda planos especiais voltados a viagens para a prática de esportes radicais, para gestantes, idosos e em situações onde há doença pré-existente.

O Seguro de viagem para esportes de risco pode ser exigência de organizadores de campeonatos, se for este o intuito da viagem. Os valores são dados de acordo com o perfil do contratante, considerando o esporte praticado e o país de destino.

No caso do Seguro de Viagem para gestantes, a cobertura é geralmente oferecida a mulheres com até 34 semanas de gestação e idade máxima de 40 anos. O Seguro de Viagem para idosos, geralmente é feito até 80 anos, podendo haver extensão etária para os 110 anos.

As doenças pré-existentes devem ser informadas para a aquisição de planos que ofereçam cobertura em casos de crises oriundas de doenças crônicas. A maioria dos Seguros de Viagem não oferecem esse tipo de cobertura. Procure obter as informações necessárias junto à seguradora.

O Seguro de Viagem é obrigatório?

O Ministério das Relações exteriores recomenda contato com a embaixada do país de destino solicitando maiores detalhes relacionados a obrigatoriedade (ou não) do Seguro de Viagem.

Para os Estados Unidos, o seguro não é obrigatório. No entanto, voltamos a destacar que o país não oferece atendimento gratuito e apresenta alguns dos valores mais elevados em saúde. O mesmo é visto em diversos outros países.

No Reino Unido, o Seguro de Viagem não é obrigatório - diferente dos principais países da Europa. No Entanto, o Consulado Britânico recomenda ao viajante a aquisição de um Seguro de Viagem que seja capaz de cobrir despesas com o atendimento médico.

Apesar da região oferecer atendimento gratuito pela rede pública de saúde em casos emergenciais, os gastos relacionamentos ao tratamento e aos medicamentos não serão custeados.

No caso da Europa, os países signatários do Acordo de Schengen exigem a contratação de um Seguro de Viagem com cobertura mínima de 30.000 euros. Qualquer valor inferior a este não possui validade.

Atualmente, o Espaço de Schengen é composto pelos seguintes países: Alemanha, Bélgica, França, Holanda, Islândia, Luxemburgo, Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Áustria, Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, Eslovênia, Letônia, Lituânia, Eslováquia, Polônia, Malta, Hungria, Estônia, República Checa, Suíça, Romênia e Bulgária.

Cuba e Austrália apresentam também exigências relacionadas ao Seguro de Viagem. No primeiro caso, ele é imprescindível ao visitar o país. Já na Austrália, é exigido somente para estudantes de intercâmbio, o chamado Overseas Students Health Cover (OSHC).

Sabemos que, independente do país ou caráter da viagem, doenças e acidentes podem acometer qualquer indivíduo. Através do seguro de viagem internacional, o usuário garante uma boa experiência no exterior e sem maiores dores de cabeça.

Além do rápido atendimento em casos de necessidade e urgência, o seguro de viagem evita gastos inesperados - e elevados -, sendo a melhor alternativa para quem está com uma viagem internacional agendada.

Pensando nisso, confira os planos de Seguro de Viagem disponíveis no mercado e escolha por aquele que melhor atenda às suas necessidades e aos possíveis contratempos de sua viagem.

Por que fazer um seguro viagem?

Nem todos os países atendem ao viajante gratuitamente pela rede pública de saúde e os valores cobrados por tratamentos no exterior podem ser elevadíssimos. Por demandar tempo, planejamento e dedicação, não vale a pena correr riscos e ter gastos além do esperado em uma viagem.

O seguro de viagem internacional garante acesso a consultas médicas e gastos com medicamentos. A maioria das seguradoras oferecem planos que cobrem também os gastos com transporte e internações, além de assegurar o viajante nos casos de extravio de bagagem, assistência jurídica e remarcação de passagens.

Qual a diferença entre seguro de viagem e assistência de viagem?

No caso do Seguro de viagem, o contratante deverá pagar por todas as despesas no exterior do próprio bolso, para então ser reembolsado pela seguradora (considerando os valores contratados).

Para que ocorra o ressarcimento, é necessário apresentar toda a documentação que comprove o atendimento recebido; neste caso, notas fiscais e laudos médicos.

A principal vantagem é que, uma vez dotado do Seguro de viagem, o indivíduo pode escolher o local para atendimento, pertencendo ou não a rede conveniada do seguro contratado.

No caso da Assistência viagem, todo o atendimento recebido no exterior será de responsabilidade da seguradora (mais uma vez, considerando os valores contratados), sendo necessário ao segurado entrar em contato com a empresa que presta o serviço antes de receber o atendimento.

Após o contato inicial, o viajante será orientado pela seguradora sobre o local onde receberá o atendimento. A principal desvantagem é justamente essa: o local é definido pela empresa que presta o serviço.

Em viagens para locais remotos ou destinos exóticos, a contratação de um Seguro de Viagem fornece ao viajante uma cobertura maior, uma vez que a Assistência está sujeita a existência de redes credenciadas existentes no local.

É importante destacar aqui, que, apesar das diferenças apresentadas, ambos os serviços são referidos como simplesmente “Seguro”, pois consistem em um pacote de produtos.

A diferença está em quem realiza o pagamento no momento onde há a necessidade de utilizá-lo (o indivíduo que será ressarcido ou a assistência contratada anteriormente). Além disso, seguros podem ser vendidos de forma avulsa sem qualquer relação com pacotes que incluam a assistência.

O que o seguro de viagem cobre?

A principal cobertura de um seguro de viagem internacional é voltada aos atendimentos de emergência e urgência. Há ainda diversos outros benefícios ao usuário, sendo as principais:

  • O atendimento médico e odontológico 24 horas por dia;
  • Cobertura ao acompanhante em casos de internação e/ou hospitalização prolongada;
  • Gastos com medicamentos;
  • Indenizações para os casos de invalidez e morte;
  • Remarcação de passagens para retorno ao país;
  • Despesas Jurídicas;
  • Indenização em casos de extravio de bagagem;
  • Localização de bagagem extraviada;
  • Pagamento antecipado de fiança;
  • Assistência funeral;
  • Outros (Verifique as disposições do plano contratado e sua cobertura).

Qual seguro de viagem contratar?

Os diversos pacotes de Seguro existentes buscam atender as demandas dos diferentes países e viagens a serem realizadas no exterior. Além desta variável, os produtos podem mudar de acordo com a complexidade do plano (dos mais básicos aos mais completos).

Países signatários do Tratado de Schengen exigem a contratação do seguro de viagem internacional por parte do viajante. Este seguro prevê a cobertura mínima de 30.000 euros.

Além disso, o caráter da viagem pode também alterar o plano ideal a ser contratado.

Em caso de esportes radicais, há seguros adequados que atendam às necessidades do viajante. Mulheres grávidas e idosos (acima dos 70 anos), encontram também diferentes valores no momento da contratação.

É imprescindível que o viajante verifique qual o tipo de cobertura está contratando. Há casos específicos para diferentes países e a melhor alternativa no momento da viagem é encontrar um plano para o seguro de viagem que transmita a segurança em todos os aspectos.

Atente-se aos seguros de viagem atrelados ao cartão de crédito

Apesar de parecer vantajoso contratar um seguro de viagem internacional pelo cartão de crédito, por embutir os valores de passagem (sem cobrança adicional), devemos destacar que a maioria deles possui baixa cobertura ou cobertura insuficiente.

Os cartões de crédito oferecem segmentos por renda (Platinum, Gold, Classic). As denominações superiores podem oferecer cobertura médica e assistência em caso de acidentes. As denominações inferiores, no entanto, podem oferecer cobertura somente para o caso de morte, deixando de atender às urgências médicas ou despesas com medicamentos.

Por quanto tempo contratar o seguro de viagem internacional?

O tempo mínimo indicado corresponde ao tempo de duração da viagem internacional. O ideal, no entanto, é considerar os possíveis contratempos que possam ocorrer, como atrasos de companhias aéreas e outros. Assim, recomenda-se adicionar pelo menos dois dias a mais no momento da contratação.

Como comprovar que possuo o Seguro de viagem internacional?

O meio através do qual pode ser comprovada a contratação do seguro é o contrato gerado após a conclusão da transação. Ele pode ser apresentado em papel ou por meio eletrônico e é fundamental estar dotado do documento, uma vez que pode ser exigido pela imigração do país de destino.

Como proceder em caso de dúvidas ou problemas com o seguro de viagem?

Qualquer dúvida referente a contratação de um seguro ou em relação a Seguradora, podem ser sanadas pelo canal de atendimento da SUSEP - Superintendência de Seguros Privados. O telefone para contato é o 0800 021 8484.

A SUSEP é a Agência Reguladora do setor de seguros. O órgão federal realiza fiscalizações e controle do mercado de seguros. Enquanto diretrizes e normas da operação são definidas pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP).