Câmbio Store na mídia
Terra press releaseStartSe press releaseInfoMoney press releaseGlobo News press releaseAbra seu negócio press release

Conversão peso chileno real. Sem taxas escondidas.

Você pode levar horas para encontrar a melhor taxa de peso chileno. Economize seu tempo e dinheiro. Nós mostramos em tempo real as melhores cotações das casas de câmbio da sua cidade.

Valor do Peso Chileno comercial nos últimos 30 dias.

Loading...
mapa peso-chileno hoje

Melhor cotação de peso chileno hoje.

Realize sua troca com a melhor cotação de Peso Chileno em nossa casa de câmbio online. Negociação sem barreiras geográficas.

peso-chileno hoje seguro

Peso Chileno 100% seguro com parceiros autorizados pelo Banco Central.

Você será notificado(a) via e-mail a cada estágio da sua compra ou venda de peso chileno. Além disso, você pode acompanhar pelo nosso website de onde estiver.

Não fique com
dúvidas

A Câmbio Store tem um Centro de Suporte completo para te ajudar em suas dúvidas e te auxiliar com a melhor experiência em peso chileno.

Central de Ajuda e Suporte

Algumas dúvidas frequentes

Saiba tudo sobre o Peso Chileno

Peso Chileno

O Peso Chileno (Código: CLP; símbolo: $) é a moeda corrente e oficial do Chile. O seu símbolo, semelhante ao de inúmeras outras moedas, responde a uma origem comum: o real colonial espanhol. O Real Espanhol, utilizado nas posses coloniais da Espanha nas Américas e Filipinas, possuía um padrão que foi adotado posteriormente por diversas outras nações.

Apesar do Peso Chileno atual ter sido introduzido no país no ano de 1975, a primeira moeda em circulação recebia também o nome “peso”. Esta, circulou entre os anos de 1817 e 1960, sendo substituído pelo Escudo (1960-1975), até que retomasse a sua denominação original.

As alterações monetárias, tanto do peso inicial quanto posteriormente com o Escudo, responderam a medidas para conter a inflação no país, que atingiu proporções nunca antes vistas pela maioria dos países da América Latina. Estima-se que entre os anos de 1972 e 1987, o país tenha atingido uma média inflacionária superior a 800%.

Os elevados índices inflacionários do passado, levaram ao status autônomo adquirido pelo Banco Central do Chile (BCC), responsável pelas políticas monetárias do Estado. Criado em 1925, em Outubro de 1898 tornou-se independente por garantia constitucional, deixando de responder a controladoria geral da república ou a superintendência de bancos e instituições financeiras.

A política monetária do Banco Central do Chile é orientada para um regime de metas de inflação. A política cambial, regida pelo câmbio flutuante, pode sofrer intervenções do BCC (como ocorreu nos anos de 2001, 2002 e 2008 e 2011).

Classificado pelo Banco Mundial como uma economia de alta renda; no ano de 2006, o Chile tornou-se o detentor do maior PIB per capita do continente sul-americano. Este fator, no entanto, não fortalece a moeda local. O Chile possui hoje uma das moedas mais desvalorizadas da América Latina e há diversos fatores que explicam a depreciação sofrida nos últimos anos.

Após a crise financeira do ano de 2008, o Peso Chileno entrou em declínio em resposta a queda no valor de obtenção do Cobre no mercado Internacional. Este fator impacta diretamente no câmbio do Peso Chileno, pois as relações comerciais do país dependem das exportações do metal.

Além disso, o declínio da expansão chinesa e a alteração no preço de commodities impactam nas dinâmicas de mercado, interferindo também na taxa de câmbio do Peso Chileno.

Os nomes informais dados

Não é incomum, em viagem ao Chile, efetuar o pagamento de um produto com uma Gabriela ou um Arturito. O que isso significa? Bem, no Chile por vezes a imagem ilustrada no anverso das notas é utilizada para fazer referência a elas. Uma Gabriela (Gabriela Mistral), equivale a 5.000 pesos; Um arturito (Arturo Prat) a 10.000 pesos. Há ainda a luca e a quina, que fazem referência a 1.000 pesos e 500 pesos respectivamente.

Os tipos de CLP

Peso Chileno Comercial: É a moeda utilizada em operações de comércio exterior, tais como importação e exportação. É através do Peso Chileno comercial que são feitos investimentos, o pagamento de empréstimos e demais transações intergovernamentais.

Peso Chileno Turismo: O segmento que classifica o Peso Chileno turismo é voltado a viagens internacionais (de caráter turístico, profissional e estudantil). O seu valor é superior frente ao Peso Chileno comercial, uma vez que são acrescidos os gastos da intermediadora para a segurança e transporte da moeda; manutenção de espaço, funcionários, website e outros.

O mercado paralelo: é composto por indivíduos e/ou empresas que comercializam o sem a autorização do Banco Central do Brasil. Esta prática é considerada ilegal e passível a punição. Além disso, é impossível detectar a origem do Peso Chileno comercializado no mercado paralelo, podendo estar associado à corrupção e ao tráfico de drogas, como ocorre em outras nações sul-americanas.

Notas de Banco: 1.000, 2.000, 5.000, 10.000 e 20.000 pesos chilenos

Moedas: 10, 50, 100 e 500 pesos chilenos.

Desde 1983, a inflação tornou as moedas obsoletas. Diante da depreciação, os varejistas optaram por utilizar múltiplos de 10 no estabelecimento do preço de seus produtos, ignorando quantias inferiores. Apesar disso, as denominações supracitadas encontram-se disponíveis.

Os impostos incidentes na compra

Na compra de moedas estrangeiras há a incidência de uma alíquota referente ao IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros). Cada produto de câmbio possui um valor distinto. Moeda em espécie possui 1,1% de IOF embutido. Os créditos para cartões pré-pagos 6,38% de IOF e as remessas internacionais 0,38%.

Como as flutuações cambiais afetam a taxa de câmbio

Para entender como a redução do valor de mercado do cobre é capaz de afetar o câmbio, é importante uma breve noção sobre o funcionamento do mercado de câmbio de taxas flutuantes. Este segmento permite que o câmbio de uma forma seja definido pelos distúrbios de comércio exterior (em operações de importação e exportação). Para especialistas, o mercado flutuante é uma melhor alternativa às taxas de câmbio fixas, uma vez que permite o ajuste automático e procura antecipar crises possíveis no balanço de pagamentos de um Estado.

Não restam dúvidas no entanto, que a flutuação cambial eleva a volatilidade do câmbio, além de ser imprevisível. Por ser um regime dinâmico, no entanto, há sempre a busca pelo equilíbrio.

Assim, o aumento das importações, pode tornar abundante a presença de uma determinada moeda em um território. A longo prazo, a grande disponibilidade desta moeda promoverá uma redução em sua cotação, que pode ser encarada como a valorização da moeda doméstica. Esta valorização, reduz os índices de exportação, uma vez que os investidores passam a procurar por mercados mais acessíveis. Esse fator altera a dinâmica cambial, uma vez que a redução dos investimentos reduz a presença da moeda estrangeira e tornando-a mais cara para obtenção no mercado local. Reduz-se então, a cotação da moeda local para atrair investidores, tornando mais uma vez abundante a presença da moeda estrangeira e alimentando o ciclo das flutuações cambiais.

Cotação Peso Chileno Hoje

Quando falamos sobre a Cotação do Peso Chileno, estamos nos referindo ao valor pago por ele em determinado momento, sendo definido pela demanda existente no mercado.

Quando ocorre uma elevação na busca, a cotação tende a aumentar. O contrário também acontece quando há uma redução na procura pela moeda.

Para além destas variáveis, a cotação do Peso Chileno considera também a taxa de câmbio do dia anterior, a situação presente do mercado financeiro, o desempenho dos principais centros econômicos e outros.

Como encontrar a menor cotação

Há dois fatores fundamentais que podem beneficiar quem deseja encontrar os menores valores na compra do Peso Chileno.

  • O primeiro deles diz respeito a pesquisas sobre o histórico da moeda em diferentes períodos do ano e em intervalo de anos distintos.
  • O segundo fator, é o entendimento a respeito das flutuações cambiais, que podem revelar o melhor momento para a compra.

O histórico da moeda revela quais os fatores influenciaram em sua valorização ou desvalorização no período de ocorrência.

Um bom exemplo é o registro histórico do dólar a R$4,00 no ano de 2015. Esta elevação respondia a grande procura pelo dólar devido às preocupações do mercado com votações que ocorriam no Congresso dos Estados Unidos e a possibilidade da elevação dos juros cobrados pela Federal Reserve (sistema de bancos centrais dos EUA).

No entanto, essa valorização sem precedentes da moeda, não é comum. Na verdade, a análise do histórico combinada ao entendimento sobre as flutuações cambiais permite entender os movimentos contrários que levam sempre uma moeda ao equilíbrio.

Funciona da seguinte forma: As importações e exportações realizadas por um país são capazes de definir a força de sua moeda no mercado. É comum nos depararmos com os conceitos de “valorização” (alta) ou “desvalorização” (queda).

Na relação entre o Peso Chileno e o real, a valorização ocorre quando é preciso gastar uma quantia maior que a anterior em reais para obter a moeda. Se antes bastavam R$3,05 para obter a moeda chilena e eleva-se o valor a R$3,10, dizemos que valorizou.

Por outro lado, quando há uma queda para R$3,00, dizemos que houve a desvalorização do Peso Chileno em relação ao real. O que significa dizer, na verdade, que ocorreu a valorização do Real no mercado, sendo necessária uma quantia menor da moeda doméstica para obter a moeda estrangeira.

A valorização e a desvalorização levam a resultados contrários, mas complementares, uma vez que são os responsáveis pelo equilíbrio do mercado de câmbio flutuante.

O que ocorre em um cenário de desvalorização do Peso Chileno, é o aumento das importações. Este processo indica que o Real foi valorizado no mercado, levando ao encarecimento das exportações, o que afasta investidores.

A diminuição das exportações resulta, então, na menor circulação em território nacional, promovendo a sua valorização.

O entendimento desta dinâmica permite enxergar através do histórico de cotações, os períodos onde há tendência anual a elevações (seja pelas taxas de importação e/ou exportações) e àqueles onde há uma tendência a diminuição.

Se os últimos dias indicam uma baixa no valor, não é preciso esperar por grandes alterações. É possível que ela diminua poucos centavos (ou eleve os perdidos nas últimas semanas).

Assim, melhor momento para comprar o Peso Chileno é diante de qualquer sinal de que o valor encontrado é um dos menores apresentado nos últimos dias e que o comportamento da moeda indica que não é preciso esperar por grandes oscilações.

O mercado paralelo

O mercado paralelo é caracterizado pela comercialização por indivíduos e/ou empresas que não possuem autorização do Banco Central para operar enquanto agentes de câmbio.

Suas origens estão associadas a lavagem de dinheiro pelo mercado cambial realizada pelos narcotraficantes colombianos durante a década de 1990.

Chamado anteriormente de “Mercado Negro”, a nomenclatura foi substituída pela inadequação do termo ao associá-lo a práticas ilegais. No Brasil, o mercado paralelo está diretamente ligado à corrupção e a transações de grande porte impossíveis de serem rastreadas pela Receita Federal.

Ao realizar a compra do Peso Chileno, é imprescindível que a operadora de câmbio possua autorização para atuar enquanto agente cambial. A ausência deste documento caracteriza uma prática ilegal e passível a punição.

É realmente seguro comprar na Câmbio Store?

Sim, somos parceiros das maiores instituições financeiras do país e oferecemos a melhor cotação do Peso Chileno em tempo real. Nossas taxas são válidas 24h por dia e 7 dias por semana.

Quais são as formas de pagamento aceitas?

O pagamento do Peso Chileno deve ser feito via Transferência Entre Contas, TED/DOC, via Depósito Identificado (somente para valores até R$10.000,00) e Cartâo de Crédito (parcele em até 12 vezes).

Quais são os dados bancários para pagamento?

Temos diversos parceiros ao longo de todo o território nacional que vendem Peso Chileno. Portanto, os dados bancários para a operação dependerão da escolha da cidade, moeda, modalidade e parceiro escolhido no momento exato da compra.

Quais são as modalidades disponíveis para efetuar a compra?

Peso Chileno na modalidade moeda em espécie e cartão pré-pago temos as opções de Delivery (através de portador) e Retirada (nos pontos de retirada previamente cadastrados na plataforma).

Como são realizadas as entregas?

A entrega do Peso Chileno é realizada por portadores treinados, devidamente registrados e totalmente preparados para efetuar o delivery. Fique tranquilo(a), a entrega será feita com total segurança e discrição.

Quanto custa o delivery em moeda em espécie? E no caso do cartão pré-pago (visa travelmoney e master travelmoney)? A partir de quanto o delivery do Peso Chileno é isento?

O valor cobrado para efetuar o delivery dependerá da cidade, da moeda, da quantidade e do parceiro escolhido no momento exato da cotação.

Posso autorizar outra pessoa a receber o CLP?

Sim! Mas precisar ser alguém da sua confiança para receber o seu Peso Chileno pois a conferência é obrigatória no ato da entrega. Além disto, já no momento da compra do Peso Chileno você deverá informar as pessoas autorizadas a receber o seu pedido.

Quais situações em que o comercial é utilizado?

Para as pessoas físicas e na situação de viagem ao exterior, o utilizado nesta situação é o Peso Chileno turismo. Ele toma como base de cálculo o Peso Chileno comercial, adicionando gastos para a importação da moeda e, além disto, soma a margem de lucro das casas de câmbio. Desta forma, o Peso Chileno turismo sempre é mais caro que o Peso Chileno comercial. Já o comercial é utilizado para realização de operações de fechamento que geralmente envolvem operações comerciais de pessoas jurídicas, tais como por exemplo: pagamento de importação de materias e/ou produtos, recebimento dos valores referente a exportação, pagamentos de serviços diversos e entre outros.

Como entrar em contato com a Central de Atendimento?

Nós temos um processo automatizado de comunicação digital para todas as operações, portanto, fique tranquilo(a) com relação a sua operação de Peso Chileno. Mesmo assim, em caso de dúvidas sobre sua compra de Peso Chileno, nosso horário de atendimento é de Segunda à Sexta: 09h00 às 18h00 através do telefone: (11) 4838-9934 e Whatsapp: (11) 99206-2870

Onde e como encontrar a melhor cotação?

Efetuar a cotação online é uma das maneiras mais eficientes hoje em dia. Além de ter acesso rápido a diversas cotações, você consegue pesquisar a reputação do estabelecimento de forma rápida e segura.

Quais principais vantagens da cotação online?

São tantas coisas para pensar numa viagem que aceite a moeda chilena, tal como malas, passaportes, passagens aéreas, vistos, vacinas, que fica fácil esquecer que precisava ter feito a pesquisa da moeda chilena. A internet revolucionou o mundo, quer seja para trabalho ou para lazer, para efetuar o orçamento, e também para tarefas cotidianas como ir ao banco, fazer compras, fechar negócios são facilitadas hoje em dia. Para cotar não precisa ser diferente. Antes da internet, para verificar o valor e até comprar, ou seja, fazer o câmbio do Peso Chileno hoje, precisaríamos ir até um banco ou uma casa de câmbio em algum centro comercial. Entretanto, com a criação de casas de câmbio online, é possível fazer a cotação do Peso Chileno hoje sem sair de casa. É verdade que existe uma certa resistência quando se trata de compras online, especialmente envolvendo troca da moeda estrangeira.

Quais as principais dúvidas ao pesquisar pela internet?

Cotação do Peso Chileno online? Algumas dúvidas pairam sobre a cabeça até de quem já está acostumado a comprar câmbio turismo em suas viagens, portanto, podemos concluir que efetuar a troca online é a maneira mais fácil, segura e econômica.

Pois você pode ver o valor da moeda chilena hoje pela internet e receber em casa, no escritório ou em qualquer outro local desejado.

Como posso saber se a minha compra tem frete gratuito?

Os valores da entrega dependem de diversos fatores, entre eles: a corretora escolhida, a cidade e também o montante da cotação do Peso Chileno hoje que decidiu comprar (neste último caso, quando mais você trocar, maior a chance de conseguir a entrega grátis).

Pela internet, em poucos segundos você consegue a melhor cotação do Peso Chileno. Vai dizer que já foi ao shopping conferir a cotação turismo e teve que pegar aquela fila no guichê da loja de câmbio? Vai dizer que você teve que correr durante seu almoço, para ir ao banco fazer a TED referente a sua cotação do Peso Chileno, em seguida correr para a corretora e ainda achar um lugar para estacionar? Em poucos minutos (dependendo da velocidade da internet, até em segundos), você pode concluir a transação, basta ter tudo cadastrado (talvez não na primeira compra), mas a partir da segunda, é certeza que vai levar bem menos tempo que a primeira, inclusive duvido que a primeira compra demore mais que 5 minutos para efetuar orçar e concluir a sua compra.

Como funciona a compra e cotação online?

Simule a cotação do Peso Chileno, faça o cadastro simples, escolha a quantidade com a taxa do momento (inclusive dá para cotar várias vezes sem precisar perturbando o corretor perguntando de 5 em 5 minutos se o preço subiu ou caiu), quando a transação estiver fechada, basta realizar o TED ou Transferência entre Contas e anexar o comprovante no site referente a cotação.