Passagens Aéreas

Passagens Aéreas

Para encontrar os melhores preços em passagens aéreas é necessário planejamento e organização. A união dos dois elementos permite a conclusão de bons negócios e reservas em vôos por valores acessíveis.

Quem busca pelos menores preços em passagens aéreas já sabe que o segredo está na compra antecipada e na escolha do dia em que será feita a viagem. Porém, há diversos outros elementos que favorecem o consumidor. Deseja saber quais? Acompanhe:

A Pesquisa de passagens aéreas

O primeiro passo para encontrar os menores valores em passagens aéreas é através da pesquisa, não apenas comparativa entre companhias, mas também o histórico dos valores de passagens áereas para o destino desejado em diferentes momentos.

Observe as oscilações para o destino escolhido em intervalo de meses e anos. É provável que os meses de alta estação apresentem os maiores preços, mas há destinos em particular que podem oferecer valores reduzidos em períodos que somente a pesquisa consegue revelar.

promoção passagens aéreas

A compra antecipada de passagens aéreas

Não há segredo algum aqui: Quem realiza a compra antecipada encontra os menores valores. A dúvida principal diz respeito a quanto tempo de antecedência.

Neste caso, o indicado é pelo menos três meses anteriores ao embarque. As tarifas mais atraentes são encontradas 90 dias antes da saída vôo. Por isso, planeje a sua viagem e realize a compra das passagens aéreas dentro do período recomendado.

As variações de preço em passagens aéreas por temporada

A alta estação é o período onde as passagens aéreas apresentam os valores mais elevados. Até aí, nenhuma novidade. É fato que podem ocorrer promoções, mas a elevada demanda elimina a necessidade de atrair o consumidor pelos preços mais baixos.

Quem possui como alternativa diferentes períodos do ano, encontra os menores valores de passagens aéreas nos meses de Março, Maio e Setembro, além de promoções de passagens aéreas que oferecem destinos nacionais e internacionais por preços surpreendentes.

A escolha dos dias e horários para a compra das passagens aéreas

Pesquisas revelam que o melhor dia da semana para o embarque é a terça-feira. Os valores de passagens aéreas para o dia podem gerar uma economia de até 11% em relação ao valor original.

A escolha do horário de realização da viagem pode também influenciar nos preços encontrados pela passagem. Os vôos noturnos podem promover uma economia de até 9% em comparação aos vôos realizados nos horários da manhã ou tarde.

Aproveite as promoções em passagens aéreas

A alta temporada pode reduzir a oferta de valores promocionais em passagens aéreas, mas, feriados prolongados que não ocorram dentro do período (Dezembro, janeiro e julho), apresentam valores promocionais para diversos destinos nacionais e internacionais. Aproveite estas promoções sempre que possível.

Efetue somente uma compra

Adquirir todos os produtos de uma só vez (ida, volta e conexões), costuma sair mais barato que realizar a compra de vôos individuais (salvo o caso de promoções incontestáveis).

Além disso, em caso de problemas ou atrasos com o vôo, a mesma companhia aérea se responsabilizará e realizará o reembolso, a remarcação ou reacomodação em vôos futuros.

Procure por aeroportos menores ao pesquisar por passagens aéreas

Sempre que possível, busque por aeroportos “alternativos” na cidade de destino ou a uma distância que torne possível chegar ao destino final (hostel, pousada ou hotel) pagando um valor inferior pelo transporte local (seja taxi, ônibus ou outros).

É comum que os principais destinos dos Estados Unidos e da Europa apresentem mais de um aeroporto por cidade. O principal e mais movimentado pode apresentar os valores mais elevados em passagens aéreas, enquanto os aeroportos menores podem oferecer uma redução de até 30% em tarifas.

Caso a viagem a um aeroporto menor junto ao valor pago pelo deslocamento seja inferior ao preço por passagens aéreas com destino ao aeroporto principal, opte por esta alternativa. Por outro lado, se o valor foi igual ou maior, somente a faça se for benéfico ao caráter específico de sua viagem (pela proximidade com pontos turísticos ou hospedagem).

Voe por companhias aéreas menores

Há diversas companhias aéreas menos populares que oferecem vôos a custos reduzidos; quem procura por economia, deve estar atento a estas alternativas. Em viagens internacionais, procure pelas empresas “low cost” do país de destino.

Os valores reduzidos estão SIM relacionados a oferta de um serviço mais simplório ou por utilizarem aeronaves mais antigas (que, evidentemente, não oferecem qualquer risco ao viajante, apenas estão dotadas de menos recursos).

Realize a limpeza dos cookies de seu navegador antes de pesquisar por passagens aéreas

Há relatos de companhias aéreas que colhem as informações fornecidas por “cookies” para monitorar a navegação de usuários no site. Ao perceber o interesse por um destino específico, elevam-se os valores cobrados por ele.

Caso a informação seja verdadeira, a melhor estratégia é realizar a limpeza dos cookies antes de concluir a compra da passagem ou fazer o uso de diferentes navegadores.

O código de defesa do consumidor e as companhias aéreas

Quaisquer problemas que o consumidor venha a ter relacionado a compra de passagens aéreas pode ser solucionado sem maiores problemas, basta estar dotado das informações necessárias.

Desde o ano de 2010, através da Resolução 141/2000 da Agência Nacional de Aviação (ANAC), o direito dos passageiros foi regulamentado. Atualmente, as companhias aéreas possuem um compromisso e a quebra do acordo firmado entre as partes é considerado uma “desvantagem excessiva” (Art. 39 V do Código do Consumidor).

Quando falamos sobre o “acordo firmado”, estamos nos referindo a relação de consumo criada entre a companhia aérea e o consumidor ao ser dada a conclusão da transação. Através da compra, cria-se uma relação jurídica que deve responder as disposições do Código de Defesa do Consumidor.

Em casos de remarcação, cancelamento de vôos ou problemas de qualquer outra natureza, o consumidor tem direito de exigir das companhias aéreas as providências cabíveis (e acordadas).

Há quatro razões principais para o cancelamento de vôos, sejam internacionais ou domésticos. São elas a) condições climáticas; b) manutenção não programada na aeronave; c) problemas - de qualquer origem - com passageiros; ou d) o não preenchimento de 30% do vôo.

Para cada um destes casos, há providências que podem e devem ser cobradas pelo indivíduo à empresa prestadora do serviço. Antes de concluir a compra da passagem, busque maiores informações sobre a forma em que a companhia aérea opera nestes casos.

Baixe agora o Ebook gratuito

Guia Completo para sua Viagem ao Exterior