Economize no seu câmbio com taxas especiais para A Camminare

Medal icon
Safety icon
World icon
Trustpilot logo
Stars

Câmbio Store
na mídia

Cotação Libra Esterlina turismo real. Sem taxas escondidas.

Você pode levar horas para encontrar a melhor taxa de libra esterlina. Economize seu tempo e dinheiro. Nós mostramos em tempo real as melhores cotações das casas de câmbio da sua cidade.

Libra Esterlina comercial nos últimos 30 dias

Loading...
mapa-libra-esterlina

Melhor cotação de Libra Esterlina hoje. Troque moedas estrangeiras de qualquer lugar do mundo.

Negociações sem barreiras geográficas. Realize sua troca com a melhor cotação de Libra Esterlina em nossa casa de câmbio online.

libra-esterlina-seguro

Libra Esterlina 100% seguro com parceiros autorizados pelo Banco Central.

Você será notificado(a) via e-mail e sms a cada estágio da sua compra ou venda de libra esterlina. Além disto, você pode acompanhar pelo nosso website de onde estiver.

Não fique com
dúvidas

A CâmbioStore tem um Centro de Suporte completo para te ajudar em suas dúvidas e te auxiliar com a melhor experiência em libra esterlina.

Central de Ajuda e Suporte

Algumas dúvidas frequentes

O mercado paralelo da Libra

Há um outro segmento no mercado de câmbio chamado paralelo. Considerado ilegal, ele diz respeito a moeda comercializada por agentes não autorizados pelo Banco Central. Estes agentes podem ser indivíduos ou empresas que realizam operações sem qualquer regulamentação. Um dos principais riscos da atividade, é o desconhecimento sobre as origens do dinheiro. Muitas vezes estão associados à práticas criminosas, como o tráfico de drogas, humano ou de armas. Sendo ainda impossível atestar a autenticidade da moeda.

Quais são os impostos incidentes na compra da Libra Esterlina

Em operações como a compra de moedas estrangeiras incide o Imposto sobre Operações Financeiras, também chamado IOF. Este imposto é de responsabilidade da União e funciona como um instrumento de arrecadação. Quando há a compra da moeda em espécie, incide um valor de 1,1% do IOF. No cartão pré-pago, 6,38% (mesmo valor cobrado por operações que utilizam o cartão de crédito). Para remessas internacionais, a incidência de uma alíquota de 0,38%.

A Libra comercial

Há dois segmentos distintos em um mercado de câmbio. O primeiro deles é chamado de “mercado livre” ou comercial, onde utiliza-se a libra comercial para realizar operações relacionadas à agentes governamentais, investimentos estrangeiros no país, importações e exportações. Os agentes autorizados a operar a libra comercial são os bancos e o próprio Banco Central. O valor comercial de uma moeda difere-se do valor corresponde a moeda turismo.

A Libra Esterlina

A Libra Esterlina é a moeda corrente utilizada no Reino Unido. Sendo referida somente como Libra, ela é emitida por dois bancos. O primeiro, localizado na Escócia e o segundo na Inglaterra (sendo ele o responsável pelo controle da Política Monetária do Estado). A estabilidade econômica da região, aliada ao baixo índice de inflação da moeda fazem da Libra uma das principais moedas globais. No passado, como outras moedas, ela era apoiada no valor da prata e do ouro, para então adotar o sistema que respondem às economias locais, chamado flutuante. A palavra Libra - ou Pound - designava no passado diversas unidades monetárias existentes na europa. De origem latina, a libra originalmente designava uma libra de prata (0,33 kg da libra romana). A palavra complementar “Esterlina” - Sterling -, equivale ao Stière inglês, que indica a dureza de um material, tendo sido o nome dado ao dinheiro escocês durante o governo de David I (1124) e ao novo dinheiro instituído por Henrique II (1559). Ela é a moeda mais antiga do mundo em uso contínuo desde a sua implementação. Em viagem ao Reino Unido, é imprescindível estar dotado da Libra uma vez que nem todos os estabelecimentos comerciais aceitam o euro e outras moedas como forma de pagamento.

A história da Libra Esterlina

Simbolizada pelo £, a origem do chamado “sterling” deriva do $ (cifrão) e da letra L. O “padrão-ouro”. Desde o ano de 1971, adotou-se o sistema decimal por todo o Reino Unido, com a subdivisão da libra em 100 pence (penny, no singular). Atualmente é possível encontrar em circulação moedas de 1 penny (1p), 2 pence (2p), 5, 10, 20, 50, também £1, 2 e 5. Já as notas estão disponíveis em £5, £10, £20 e £50. Há duas exceções, a primeira refere-se as notas de £1 da Escócia, havendo notas de £100 também no país e na Irlanda do Norte. No entanto, somente nestes locais são encontradas as notas de £1 e/ou £100.

A Libra Turismo

No caso da libra turismo, o uso é feito para a manutenção de residentes no exterior e em viagens, seja qual for o caráter (trabalho, turismo ou intercâmbio estudantil). A comercialização precisa ser autorizada pelo Banco Central e ele, junto às agências bancárias, casas de câmbio e operadoras turísticas podem operar no mercado cambial. No entanto, ainda que necessária a autorização do BC, a libra turismo enquadra-se no segundo segmento de mercado, também chamado flutuante. Aqui, não há fixação de taxas, apenas a regulamentação da atividade. Espera-se aqui a flutuação da moeda em resposta aos distúrbios do mercado financeiro, não havendo interferência direta. Uma das consequências da inexistência de taxas fixas é a variação nos valores. As próprias intermediadoras estipulam quanto será pago pela atividade.

Como as flutuações de mercado influenciam na cotação da libra

O Banco Central atua como o responsável pelo ajuste dos valores da moeda baseado em sua oferta e demanda no mercado, mas a lógica de um regime flutuante é permitir que as moedas respondam a distúrbios do mercado financeiro livremente. Assim, a regulamentação do BC não pressupõe a fixação de uma taxa. Estas respondem aos índices de importação e exportação de um Estado. A elevação das exportações resulta no aumento da disponibilidade da moeda no país. Havendo a oferta da moeda, o seu preço tende a cair e levá-la a desvalorização. A desvalorização de uma moeda como a libra, eleva a importação de produtos pagos na moeda. Mas devemos considerar que a desvalorização da libra, na verdade, corresponde a valorização do real, o que significa que o valor das exportações aumentará e os investidores procurarão outros mercados mais baratos. Assim, diminui-se mais uma vez a oferta da moeda, levando ao encarecimento e queda das importações. O que percebemos aqui é que o mercado flutuante busca por seu equilíbrio. Haverá sempre a repetição do ciclo e os valores das moedas estarão sujeitos às flutuações do mercado. É possível acompanhar o histórico de moedas para perceber através de índices comerciais o melhor momento para a compra.

Libra Esterlina: estamos em todas capitais do Brasil. Veja alguns exemplos da nossa capilaridade.

Acre (AC), Alagoas (AL), Amapá (AP), Amazonas (AM), Bahia (BA), Ceará (CE), Distrito Federal (DF), Espírito Santo (ES), Goiás (GO), Maranhão (MA), Mato Grosso (MT), Mato Grosso do Sul (MS), Minas Gerais (MG), Pará (PA), Paraíba (PB), Paraná (PR), Pernambuco (PE), Piauí (PI), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (RN), Rio Grande do Sul (RS), Rondônia (RO), Roraima (RR), Santa Catarina (SC), São Paulo (SP), Sergipe (SE) e Tocantins (TO).