Câmbio Store na mídia
Terra press releaseStartSe press releaseInfoMoney press releaseGlobo News press releaseAbra seu negócio press release

Cotação Iene real. Sem taxas escondidas.

Você pode levar horas para encontrar a melhor taxa de iene. Economize seu tempo e dinheiro. Nós mostramos em tempo real as melhores cotações das casas de câmbio da sua cidade.

Iene comercial nos últimos 30 dias

Loading...
mapa-iene

Melhor cotação de Iene hoje.

Realize sua troca com a melhor cotação de em nossa casa de câmbio online. Negociação sem barreiras geográficas.

iene-seguro

Iene 100% seguro com parceiros autorizados pelo Banco Central.

Você será notificado(a) via e-mail a cada estágio da sua compra ou venda de iene. Além disso, você pode acompanhar pelo nosso website de onde estiver.

Não fique com
dúvidas

A Câmbio Store tem um Centro de Suporte completo para te ajudar em suas dúvidas e te auxiliar com a melhor experiência em Iene.

Central de Ajuda e Suporte

Algumas dúvidas frequentes

Saiba tudo sobre o Iene

O Iene Japonês – a história

O Iene Japonês (Código JPY; Símbolo ¥) é a moeda corrente e oficial do Japão. Oficialmente introduzido no ano de 1871, o iene é de responsabilidade do Banco do Japão. O Banco Central japonês foi criado no ano de 1882 para regular a emissão das notas conversíveis e tornou-se fornecedor único da moeda a partir de 1899, dois anos após a adoção do padrão-ouro no país.

Apesar de emitir moedas desde o século VIII, o conceito por trás da introdução do Iene foi dado como um importante componente do programa de modernização do Governo Meiji (1868 a 1912), baseado no sistema de moedas decimais da Europa. O Iene é subdividido em sen (1/100) e rin (1/1000).

Os tipos de Iene

Iene Comercial: Utilizado em operações de comércio exterior, como a importação e a exportação. Ele também é utilizado nas transações financeiras entre governos.

Iene Turismo: É a moeda utilizada em viagens ao exterior.

Mercado paralelo do Iene ou Iene Paralelo: É o iene japonês comercializado por indivíduos e/ou empresas que não possuem a autorização do Banco Central para operar.

O Japão utiliza o Iene como a sua moeda oficial. O Seu código é o JPY e o símbolo ¥ refere-se também a moeda.

Moedas: 1, 5, 10, 50, 100 e 500 ienes japoneses.

Notas bancárias: 1.000, 2.000, 5.000, 10.000 ienes japoneses.

A diferença entre o Iene Comercial e o Iene Turismo

Como já mencionado, há o comercial, utilizado nas operações de importação e exportação; e o iene turismo, voltado às viagens internacionais. A principal diferença entre ambos os segmentos do mercado cambial é que o turismo é comercializado também por correspondentes de câmbio (agências turísticas, bancárias, casas de câmbio) e não somente pelo banco central. Além da taxa de câmbio referente ao fechamento do mercado internacional, há no iene turismo a incidência de valores que correspondem à intermediadora responsável pela comercialização da moeda. Logo, os valores referentes ao iene comercial são inferiores ao iene turismo e há uma boa razão para que aconteça. O comprador deve estar ciente destas diferenças, mesmo porque àqueles exibidos nos noticiários, em sua maioria correspondem a moeda comercial (com valores de fechamento do dia anterior) e não serão os valores encontrados nos locais que comercializam a moeda.

Como encontrar o menor valor do Iene hoje

Quem busca pelo menor valor do iene hoje é beneficiado pelas plataformas virtuais que apresentam as cotações diárias de moedas estrangeiras, como é o caso da Cambio Store. Para descobrir o valor de compra do iene hoje, basta acessar a página oficial e selecionar a moeda para dar início à simulação. Na busca pelos menores preços, o comprador pode ainda descobrir o melhor momento para concluir a transação entendo um pouco melhor sobre flutuações cambiais.

As flutuações cambiais e o valor do Iene

O mercado cambial, apesar de imprevisível, possui um modelo que tende ao equilíbrio e o seu entendimento pode beneficiar quem está procurando os menores valores de compra do iene japonês.

Funciona da seguinte forma: Toda moeda está sujeita a valorização ou desvalorização. No caso da valorização do iene japonês, estamos dizendo que são necessárias maiores quantias da moeda doméstica (no caso, o real) para obter a moeda corrente do Japão. A desvalorização é o oposto: estamos dizendo, então, que diminuiu a quantia necessária em reais para obter o iene. É importante destacar aqui que a desvalorização do iene em relação ao real, corresponde a uma valorização do real em si. A quem isso afeta? Aos modeladores do sistema flutuante de câmbio.

Neste sistema, as moedas respondem aos distúrbios do comércio exterior; no caso, as importações e as exportações de um país. Quando há uma elevação nas importações, torna-se abundante a presença da moeda estrangeira e os produtos de origem do país da moeda desvalorizada são consumidos em abundância. Esta desvalorização da moeda estrangeira, que resulta no aumento das importações, leva a um outro cenário, afinal, “desvalorizar” significa, na verdade, atribuir maior valor a moeda doméstica, o que impacta diretamente nas exportações. Uma regra deve ser respeitada: os investidores buscam sempre pelos mercados mais baratos. Assim, a queda das exportações diminui a presença da moeda estrangeira, elevando também os valores de obtenção ou, como exemplificado, elevando a quantia de reais necessárias para obter o iene.

A relação entre o Iene e o Dólar

Introduzido na segunda metade do século XVIII, menos de 50 anos mais tarde, o Iene enfrentava o seu primeiro golpe – dos muitos que levaram a moeda a diferentes cenários de desvalorização. Desde o início do século XX, o Japão foi palco de inúmeros combates que explicam a relação existente entre o iene e o dólar.

A participação japonesa na primeira guerra mundial, seguido pelo terremoto que destruiu Tóquio nos anos de 1920, aliado a Grande Depressão ao final da década, intensificaram a crise no país, que abandonou o padrão-ouro na década de 1930.

Os combates sino-japoneses junto a participação do Japão na Segunda Guerra Mundial, elevou a inflação no país, reduzindo o iene a uma fração de seu valor anterior (já reduzido se comparado as demais nações européias e aos Estados Unidos na época).

O pós-guerra veio com a intervenção do Governo de Ocupação dos Estados Unidos, que adotou medidas para estabilizar os preços japoneses baseando este sistema em Bretton Woods – O que explica, em grande parte, a relação existente entre ambas as moedas.

35 anos mais tarde, o Japão responde ao dólar. Os funcionários de finanças dos principais centros internacionais reconheceram a supervalorização da moeda estadunidense, alterando a oferta e demanda global, o que resultou em uma valorização crescente do iene japonês.

Apesar das oscilações de câmbio do iene durante os anos, ele é hoje a terceira moeda mais negociada do mundo, além de ser considerada uma das principais moedas de reserva.

Os impostos incidentes na compra do Iene Japonês

Na compra de moedas estrangeiras incide o IOF ou o Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros. Cada produto de câmbio possui uma alíquota de IOF específica. Na compra do iene japonês em espécie, incide 1,1% de IOF. Os créditos para cartões pré-pagos possuem 6,38% de incidência da IOF e as remessas internacionais 0,38% de IOF.