Câmbio Store na mídia
Terra press releaseStartSe press releaseInfoMoney press releaseGlobo News press releaseAbra seu negócio press release

Conversão dólar australiano real. Sem taxas escondidas.

Você pode levar horas para encontrar a melhor taxa de dólar australiano. Economize seu tempo e dinheiro. Nós mostramos em tempo real as melhores cotações das casas de câmbio da sua cidade.

Valor do Dólar Australiano comercial nos últimos 30 dias.

Loading...
mapa dolar-australiano hoje

Melhor cotação de dólar australiano hoje.

Realize sua troca com a melhor cotação de Dólar Australiano em nossa casa de câmbio online. Negociação sem barreiras geográficas.

dolar-australiano hoje seguro

Dólar Australiano 100% seguro com parceiros autorizados pelo Banco Central.

Você será notificado(a) via e-mail a cada estágio da sua compra ou venda de dólar australiano. Além disso, você pode acompanhar pelo nosso website de onde estiver.

Não fique com
dúvidas

A Câmbio Store tem um Centro de Suporte completo para te ajudar em suas dúvidas e te auxiliar com a melhor experiência em dólar australiano.

Central de Ajuda e Suporte

Algumas dúvidas frequentes

Saiba tudo sobre o Dólar Australiano

O Dólar Australiano

O Dólar Australiano (sinal: ; Código: AUD) é a moeda corrente e oficial da Austrália. Apesar de possuir o AUD como código oficial, por vezes é referida como A$ ou AU$. Ela também é a moeda utilizada na Ilha de Natal, Cocos (Keeling), Ilha Norfolk e nos estados independentes de Quiribati, Nauru, Tuvalu, Vanuatu e Tonga.

O dólar australiano é uma das moedas mais negociadas do mundo e muito popular com comerciantes de divisa devido a relativa liberdade do mercado cambial australiano e estabilidade política do país. Um outro fator que enquadra o dólar australiano entre as principais moedas, é dado por sua exposição às economias asiáticas.

O Dólar australiano é subdividido em centavos (1/100). As moedas estão disponíveis nos valores de 5, 10, 20 e 50 centavos, além das moedas que correspondem a 1 e 2 dólares australianos. As notas bancárias são encontradas nas denominações de 5, 10, 20, 50 e 100 dólares australianos (embora este último seja pouco utilizado).

As principais diferenças entre o Dólar Australiano comercial e o Dólar australiano turismo

As diferenças existentes entre as designações “comercial” e “turismo” dizem respeito, na verdade, a dois segmentos distintos do mercado Cambial Brasileiro. O primeiro, corresponde a moeda utilizada pelo mercado de câmbio de taxas livres (MCTL), enquanto a segunda atua no mercado de câmbio de taxas flutuantes (MCTF).

No passado, o mercado de câmbio de taxas livres e o mercado de câmbio de taxas flutuantes eram considerados dois mercados independentes. A unificação dos mercados simplificou as regras, reduziu a burocracia e também as incertezas de investidores e empresas. Apesar disso, a unificação não elimina o marco legal que rege ambos os setores do mercado cambial brasileiro.

O Dólar Australiano Turismo

Como visto, há dois segmentos distintos em um único mercado de câmbio brasileiro; um deles é o Mercado de câmbio de taxas flutuantes, onde opera o dólar australiano turismo. Este mercado é voltado à viagens internacionais, sejam elas para fins turísticos, estudantis ou profissionais. Neste segmento do mercado cambial brasileiro, as agências bancárias, turísticas e casas de câmbio podem credenciar-se a operação, estando sujeitas à autorização do Banco Central.

O Dólar Australiano Comercial

O segundo segmento do mercado cambial brasileiro é o comercial. Neste mercado, convenciona-se chamar a moeda de “dólar australiano comercial”. Diferente do que ocorre no mercado flutuante, aqui somente as agências bancárias e o Banco Central possuem autorização para a operação. As transações realizadas no Mercado Livre são oriundas do Comércio Exterior e é onde ocorrem também as transações entre governos, seja para investimentos, patentes e/ou pagamento de empréstimos.

O mercado paralelo do Dólar Australiano

Toda e qualquer moeda estrangeira comercializada por empresas ou indivíduos que não possuem autorização do Banco Central, configuram uma atividade do mercado paralelo do Dólar Australiano. A prática é ilegal e passível a punição, além de muitas vezes ser um dinheiro oriundo de práticas ilegais, como o tráfico de drogas e a corrupção.

Os impostos incidentes na compra do Dólar Australiano

Na compra do Dólar Australiano, incide o IOF - Imposto sobre operações de crédito, câmbio e seguros. As alíquotas de IOF são variáveis, estabelecidas por decreto presidencial. Na compra do dólar australiano em espécie, incide 1,1% de IOF. Ao comprar créditos para cartões pré-pagos na moeda, há a incidência de 6,38% e nas remessas internacionais, a alíquota corresponde a 0,38% de IOF.

As origens do Dólar Australiano

A Austrália flutuou em relação a Libra Esterlina durante muitos anos, embora tenha se mantido sempre a certa distância da moeda até a introdução do Dóalr Australiano. Neste momento, em 1966, havia a necessidade de substituir xelins, pences e libras por apenas uma moeda decimal.

Diversos nomes foram sugeridos para a moeda, oficializada como “Real” em 1963 pelo primeiro ministro - monarquista -, Sir Robert Menzies. Haviam diversos outras propostas de nome, inclusive alguns mais “exóticos”, como Oz, Boomer, Roo, Kanga, Emu, Koala, Zac ou Austral. No entanto, a influência de Menzies fez prevalecer o Real. A moeda passaria a ser subdividida em 100 centavos à taxa de 2 dólares para uma libra.

O nome escolhido por Menzies revelou-se impopular e Holt, tesoureiro do Governo Australiano, chegou a ser ameaçado de morte junto a sua esposa. Em função disso, propôs a revisão do nome da moeda, oficializada como dólar no dia 18 de Setembro de 1966.

Um ano após a introdução do Dólar Australiano, o país abandonou efetivamente a Área Esterlina, mantendo a sua taxa em relação ao Dólar dos Estados Unidos a uma taxa de AUS 1 = USD 1,12.

O valor de mercado do Dólar Australiano

Quando introduzido, no ano de 1966, o dólar australiano manteve as suas relações internacionais dentro do padrão de Bretton Woods (taxa de câmbio fixada em relação ao dólar americano).

A maior valorização da moeda australiana acompanhou o período de vigência do padrão-dólar, no entanto, este padrão foi abandonado em 1983, com a introdução de um mercado flutuante, onde a valorização e/ou desvalorização de uma moeda era regida pelas forças do mercado e pela oferta e demanda internacional.

No ano de 2010, o dólar australiano atingiu a paridade com o dólar dos Estados Unidos pela primeira vez desde 1983. Um ano mais tarde, atingiu o seu recorde desde o início das flutuações da moeda. Alguns atribuíram o sucesso da moeda à crise Européia e aos laços Australianos com os países asiáticos, em especial a China.

Os commodities são o motor principal do Dólar australiano, de forma que as taxas cambiais que permeiam a moeda não obedecem, necessariamente, os padrões das demais. As principais moedas internacionais tornam-se fortes em meio a quedas do mercado, quando os comerciantes movem os valores de suas ações para dinheiro.

O caso da Austrália difere-se dos demais, pois, a balança comercial australiana depende de minerais e produtos agrícolas, o que significa que a moeda varia de acordo com o ciclo econômico, tornando-se popular a medida em que expõe os seus produtos - em meio a booms globais -, e apresentando valores inferiores a medida em que o valor pago pelos minerais reduz.